Início / Boletim Esportivo / Riopardenses temem desabastecimento  e correm aos postos de combustíveis

Riopardenses temem desabastecimento  e correm aos postos de combustíveis

Riopardenses temem desabastecimento  e correm aos postos de combustíveis

Com a paralisação dos caminhoneiros  em todo o  país e o temor  de que os  postos fiquem sem combustíveis, os rio-pardenses estão indo  em grande número tentando abastecer seus carros.

Isso porque os caminhões-tanque que abastecem os estabelecimentos estão sendo parados nos bloqueios. O medo de ficar sem o produto levou muitas pessoas aos postos nesta quarta-feira (23).  A informação é do repórter Luiz Henrique, da Difusora AM, que conferiu a movimentação intensa nos postos locais.

O protesto dos caminhoneiros completa três dias nesta quarta-feira (23). “Hoje, quarta-feira, dia 23,  foi registrado paralizações de caminhões em várias  cidades vizinhas à São José do Rio Pardo, como Casa Branca (sentido Santa Cruz das Palmeiras e São Paulo), Pirassununga, Porto Ferreira, Trevo de Mococa , sentido Ribeirão Preto e outras”, disse Luis Henrique destacando  que nos trechos citados, ocorrem  bloqueios e a passagem principalmente de caminhões está impossibilitada. Ainda segundo Luis Henrique, nesta quinta-feira, dia 24-5-2018 está prevista manifestação de caminhoneiros em São José do Rio Pardo, no Posto W/3

Os atos começaram na última segunda-feira (21).

“ E aqui em São José do Rio Pardo estamos assistindo esta cena pitoresca, uma corrida aos postos de combustíveis, pois os motoristas estão temendo dum desabastecimento por conta da paralisação dos caminhoneiros”, disse Luiz Henrique.

Para piorar, uma reunião entre o governo e lideranças do governo terminou sem acordo no dia de hoje em Brasília…

 

Confira também

Pila Mengali do Laranjal arrecadou mais 5 toneladas de alimentos em 2018. Entidades de Divinolândia receberam mais de 3 mil kg.

Pila Mengali do Laranjal arrecadou mais 5 toneladas de alimentos em 2018. Entidades de Divinolândia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *