Início / Plantão de Polícia / Pôs fogo no colchão por dívida com o tráfico

Pôs fogo no colchão por dívida com o tráfico

Pôs fogo no colchão por dívida com o tráfico

 

Um rapaz de 25 anos, SPM, que diz ter dívidas com traficantes, teria tentado se matar na madrugada da última segunda-feira, dia 12, ao colocar fogo no colchão do quarto onde dorme, na casa do avô, JERM, de 71 anos, no Vale do Redentor II. O incêndio no colchão começou às 02h25 e a casa está situada na rua Floriano Folharini, 377.

O imóvel foi bastante afetado com o incêndio, que se espalhou parcialmente pelos cômodos e consumiu inúmeros utensílios e boa parte da fiação da residência. O rapaz diz ter se cortado com um vidro, além do problema com o incêndio e a fumaça, mas não teve lesões graves.

Ele foi preso pela polícia militar por provocar o incêndio no imóvel do avô e, em audiência de custódia ocorrida no Fórum, o juiz confirmou a prisão dele. SPM é desocupado.

Fotos

Incêndio 6

Na frente do imóvel foi colocado um cordão de isolamento para evitar problemas

Incêndio 7

O fogo se espalhou do quarto para a sala da casa, danificando vários itens

 

Traficantes presos no Cassucci

Policiais da equipe motorizada Rocam prenderam sábado, dia 10, no bairro Carlos Cassucci, um jovem de 17 anos, acusado de tráfico de drogas. Ele e duas outras pessoas vendiam entorpecentes nas dependências dos predinhos do Profast e as drogas ficavam escondidas ao pé de uma árvore. Quando compradores se aproximavam, um deles ia e buscava a “encomenda”. Os policiais viram tudo e fizeram a abordagem. Os três foram flagrados, levados para a delegacia e a prisão de todos foi confirmada. Onze (11) gramas de maconha em 7 porções foram apreendidas.

Em outra ocorrência no mesmo local, dois homens foram flagrados e, numa horta próxima ao local em que traficavam, foram encontrados 206 pinos de cocaína pesando 390 gramas e 24 porções, pesando 40 gramas, de maconha. Um dos homens foi preso, o outro fugiu.

 

 

Rapaz rouba dinheiro e estupra aluna

Um rapaz de 17 anos foi preso na manhã de terça-feira, dia 13, acusado de ter roubado o dinheiro de um casal e estuprado uma jovem de 18 anos na noite anterior, em São José do Rio Pardo. O jovem bandido rendeu o casal, que é de Mococa, no momento em que eles tinham saído da universidade onde estudam para comer um lanche, no Jardim Santa Tereza.

O acusado saiu de uma mata dizendo que estava armado e obrigou o casal a entrar no meio do mato. Ele roubou R$ 650 do casal, amarrou o rapaz e estuprou a jovem. Depois disso ele fugiu, mas acabou preso na manhã seguinte graças à descrição que as vítimas fizeram dele.

Em entrevista à nossa reportagem, o delegado titular de Polícia de São José do Rio Pardo, Ivan Wholers, contou que o adolescente confessou os crimes de roubo e estupro, razão pela qual teve a prisão decretada (mesmo sendo menor) e foi depois encaminhado aos cuidados do Ministério Público local.

 

 

Pés de maconha na rua das Violetas

A Polícia Militar de São José do Rio Pardo apreendeu três pés de maconha em uma casa na Rua das Violetas, na manhã de domingo, dia 11. Depois de receber uma denúncia de que o dono da residência cultivava maconha no jardim, os policiais foram até o local e viram uma caminhonete saindo em alta velocidade. Ao olhar para dentro da casa pelo portão, os policiais viram os pés de maconha no jardim.

De acordo com o boletim de ocorrência, o veículo que tinha saído no momento em que a polícia chegou era do dono da casa. Depois de fazer contato com a Polícia Civil, os PMs entraram no local e retiraram os pés de maconha: um era desfolhado, o outro media cerca de 50 cm e o outro aproximadamente dois metros de altura.

A planta/droga foi pesada na delegacia, dando um total de mais de seis quilos. A ocorrência foi registrada como tráfico de drogas.

 

 

 

Confira também

Furtou cigarro e dinheiro. Vejam esta e outras notas do Plantão de Policia

Plantão de Policia   Furtou cigarro e dinheiro Solicitada via COPOM a Policia Militar compareceu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *