Início / Local / Polícia Civil de Aguaí prende quadrilha que furtou roteadores de telefonia avaliados em R$ 15 milhões

Polícia Civil de Aguaí prende quadrilha que furtou roteadores de telefonia avaliados em R$ 15 milhões

Plantão de Polícia

 

((((policiais)))

 

S-10 é furtada na Avenida Nove de Julho

Na manhã de terça-feira, dia 4, uma mulher RRS de 45 anos, solicitou a presença da Polícia Militar. Para os policias ela disse que estacionou sua S-10 cabine dupla ano 2011 de cor cinza, em frente a uma loja de cosméticos na Avenida 9 de Julho por volta das 10h30 e que quinze minutos depois ao retornar percebeu que a mesma havia sido roubada. A mulher disse ainda que os ladrões levaram também do interior do veículo uma bolsa contendo seus documentos pessoais, cartões de crédito e um aparelho de celular. Foi registrado o boletim de ocorrência.

((((policiais)))

Polícia Militar é chamada para atender ocorrência de dano a veículo

A Policia Militar foi acionada do dia 4, para atender a uma ocorrência de dano na Rua Antônio Alves de Faria. Em contato com um homem MSO de 43 anos, este afirmou que deixou o seu carro ao lado da casa de sua amiga e foi até Poços de Caldas e que recebeu dela uma ligação alegando que a Polícia Militar estava no local e que ao retornar percebeu que seu carro estava todo danificado e que o autor seria o ex-marido de sua amiga LCPS de 48 anos. Devido ao tumulto realizado na abordagem as partes foram conduzidas à Delegacia de Policia para a elaboração do boletim de ocorrência.

((((policiais)))

Polícia Civil de Aguaí prende quadrilha que furtou roteadores de telefonia avaliados em R$ 15 milhões

A Polícia Civil de Aguaí prendeu no último domingo, dia 2, uma quadrilha que furtou diversos roteadores de uma empresa de telefonia móvel em Aguaí, avaliados em R$ 15 milhões. O furto aconteceu na semana passada e polícia imediatamente iniciou as investigações. Todos os componentes furtados foram recuperados pela polícia. Os quatro suspeitos presos usaram uma espécie de chave ‘coringa’ que dá acesso às centrais telefônicas e levaram os roteadores. Após o crime, a cidade chegou a ficar sem o sinal da operadora de telefonia por pelo menos três dias. Ainda de acordo com o apurado, por câmeras de segurança e rastreamento, a Polícia Civil encontrou os quatro criminosos, oriundos das cidades de Guarulhos, Mongaguá e Praia Grande, ambas no litoral paulista, além de São Paulo. Dois deles são pai e filho. Dois dos suspeitos foram localizados na capital paulista, um em Guarulhos e outro na cidade de Praia Grande. Eles trabalham em empresas terceirizadas que prestam serviço para grandes operadoras de telefonia. De acordo com a Polícia Civil, o bando furtava os equipamentos das centrais da empresa, desmontava e recolocava as placas em outras peças para revenda. Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia de Aguaí, prestaram depoimento e na manhã de ontem dia 3 foram conduzidos para São João da Boa Vista, onde permanecem presos na Cadeia Pública local à disposição da Justiça. Objetos apreendidos em um caminhão também fazem parte de outros crimes da quadrilha. Um Ford Eco Sport prata, que teria sido alugado pelos criminosos para a prática do furto, também foi apreendido pela polícia aguaiana.

 

((((policiais)))

 

Mulher de 18 anos é presa com drogas em presídio

O serviço de inteligência do presídio Guaxupé/Guaranésia percebeu que uma jovem de 18 anos se mostrava nervosa aparentando ter algo embaixo da camiseta. Diante aos fatos a Polícia Militar foi chamada e foi realizada buscas pessoais sendo encontrado uma determinada quantidade de maconha e papéis de seda para enrolar as drogas. A jovem foi levada também para o hospital, onde foi realizado um raio-x para verificar se ela havia engolido drogas, mas  nada foi constatado. A jovem foi presa e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil.

Confira também

Prefeitura recolhe toneladas de lixos atirados em espaços rurais

Prefeitura recolhe toneladas de lixos atirados em espaços rurais   A prefeitura Municipal de São …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *