Início / Plantão de Polícia / Jovem é estuprada no Jardim Aeroporto e acusado já está preso

Jovem é estuprada no Jardim Aeroporto e acusado já está preso

Já está preso preventivamente o rapaz (TMPB) acusado de estuprar uma jovem de 17 anos na madrugada de 16 de abril, em uma rua do Jardim Aeroporto. A prisão dele aconteceu horas após prestar depoimento à polícia civil, quando admitiu ter tido contato íntimo com a vítima, embora negasse o estupro.

A vítima diz que foi violentada e esmurrada, tendo sido encontrada com muito sangue na roupa. Estava caída na avenida José Ovídio de Figueiredo e foi atendida inicialmente por moradores do bairro. O Samu foi chamado e a levou ao Pronto Socorro, para ser medicada e passar por exame de corpo de delito, onde a médica que atendeu a vítima constatou a violência.

O acusado foi levado para a cadeia de Casa Branca, de onde, possivelmente, seria transferido para um presídio da região. Se a prisão temporária dele for solicitada, poderá permanecer detido até o julgamento. Ele trabalha em uma fábrica em São José do Rio Pardo e mora no bairro Vila Verde.

A jovem disse à polícia que o estupro aconteceu após ela sair de uma boate, situada na rua Francisquinho Dias, no centro, naquela madrugada. Ela foi à boate em companhia de algumas amigas e uma delas começou a passar mal depois de algum tempo, sendo socorrida pelas demais amigas. A jovem de 17 anos ficou na boate e o acusado do estupro também estava lá.

Quando ela decidiu ir embora, o rapaz lhe ofereceu uma carona, levando ainda outros dois amigos, os quais foram deixados em suas moradias. Ficaram então ele e ela sozinhos no carro, um Celta prata. Câmeras de segurança filmaram quando saíram da boate, o que tornou possível à polícia identificar a chapa e o proprietário do veículo.

Após deixar os colegas em suas casas, ele diz ter ido para uma rua do Jardim Aeroporto (a avenida citada). Parou o carro e, segundo a versão que contou na delegacia, começaram a trocar carícias. Ele negou, porém, que tenha estuprado a jovem, mas admitiu que a relação sexual poderia ter acontecido porque ambos estariam sob efeito de álcool. Disse que, depois disso, a menor teria saído do carro para urinar e, com isso, ele a teria deixado no local, sozinha. A polícia civil fez a oitiva (escuta oficial) dele na última segunda-feira, 17, quando contou sua versão do ocorrido.

A versão dela foi bem diferente. Afirmou que o rapaz levou o carro a um lugar escuro e isolado, onde tentou manter relação sexual com ela. Ela alega ter dito várias vezes que era virgem e não queria aquilo, mas teria sofrido murros e, em seguida, violentada.

Quando a polícia militar foi chamada por moradores que perceberam o ocorrido, a jovem estava deitada na avenida e suas vestes ensanguentadas. O Samu foi acionado e socorreu-a, levando-a ao Pronto Socorro, onde ficou sob cuidados médicos.

plantao_policia_imagem_site

Confira também

Taça São José Dec Liga 2018  terá inicio dia 3-11-2018  e contará com 6 clubes

Taça São José Dec Liga 2018  terá inicio dia 3-11-2018  e contará com 6 clubes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *