Início / Plantão de Polícia / Ação da Policia apreende 21 pinos de cocaína no Carlos Cassucci. Leiam esta, e outras notas policiais da semana

Ação da Policia apreende 21 pinos de cocaína no Carlos Cassucci. Leiam esta, e outras notas policiais da semana

Ação da Policia apreende 21 pinos de cocaína no Carlos Cassucci

Na tarde de sexta-feira (23), o helicóptero Águia, de Ribeirão Prêto, em operação na cidade de Mococa, quando por volta das 14 horas, resolver sobrrevoar São José do Rio Pardo, mais precisamente o Bairro Carlos Cassucci, em local conhecido Pedra, local conhecido por ser um ponto de tráfico de entorpecente.
No local, os policiais do Águia avistaram uma pessoa, que ao notar a presença do helicóptero atirou algo no meio do mato e evadiu-se. Os policiais do Águia pediram apoio da Policia Militar de São José, que foi até o local, fez o cerco e acabaram apreendendo um menor de idade e um invólucro com 21 pinos de cocaína, além de um pedaço de maconha. O menor recebeu voz de apreensão e foi encaminhado à Delegacia, e a droga foi apreendida.

Homem tinha armas e munições do Exército
Havia espingarda e balestra, além de maconha, com VS, de 58 anos, que foi preso

Na manhã desta sexta-feira, 23 de fevereiro, um homem de 58 anos, VS, foi preso em flagrante em um sítio na zona rural de São José do Rio Pardo. Depois de receber uma denúncia, policiais militares da Rocam (Rivaldo e Emílio), com apoio da Polícia Civil, foram até o local e apreenderam duas armas, sendo uma espingarda calibre 20 e uma balestra (espécie de arco que dispara dardos a partir de gatilhos semelhantes a um revolver).
Os policiais que atuaram na ação encontraram também no sítio uma grande quantidade de munições e cerca de 20 gramas de maconha, que também seriam de propriedade de VS.

Em entrevista à reportagem do jornal, o delegado Ivan Wohlers explicou que algumas das munições encontradas naquela propriedade rural são de uso restrito do Exército Brasileiro e não poderiam estar sendo usadas pelo suspeito.
As armas e as munições, além das drogas, foram levadas para a delegacia de polícia

Vendia crack à beira da rodovia SP 207

Foi preso em flagrante no dia 17, no bairro Carlos Cassucci, um jovem de 17 anos por tráfico. Ele escondia as drogas em um matagal existente ao lado da rodovia SP 207 e as entregava aos usuários que o procuravam para compra-las. Policiais militares que observavam a movimentação dele e dos compradores encontraram 19 pinos de cocaína no local. Levado para a delegacia, o jovem teve a prisão confirmada.

Também no dia 17 foi preso no Vale do Redentor um rapaz de 18 anos, PSF, por vender drogas escondidas em um arbusto situado na praça João Batista Ribeiro de Lima. PSF já tinha consigo R$ 140 em dinheiro, fruto de seu “trabalho”, e no arbusto havia 16 pinos restantes de cocaína.

Durante a trajetória dele para a delegacia, onde a prisão foi confirmada, ele acabou dispensando no espaço da viatura conhecida como guarda-preso mais R$ 49 em dinheiro. PSF foi depois levado para a cadeia de Casa Branca. O detalhe é que, anteriormente, ele já havia sido levado para a Fundação Casa, em São Paulo, pelas mesmas razões e agora, já maior de idade, ficará atrás das grades.
Os 16 pinos estavam em arbusto, escondidos por rapaz que já esteve na Fundação Casa

Foragido de Sorocaba é achado em São José

Um rapaz de 21 anos, PGGC, que estava sendo procurado pela polícia de Sorocaba por mandado de recaptura oriundo daquela comarca, foi preso pela polícia civil de São José do Rio Pardo. O rapaz, de 1,65 de altura, foi encontrado na rua Marechal Mascarenhas de Moraes, zona rural do município, às 10h30 do dia 20 de fevereiro, levado à delegacia rio-pardense e depois transferido para Sorocaba. Não foi divulgado o tipo de crime que ele cometeu.

Loja de motos é invadida na Vila Brasil

Na madrugada da última quinta-feira, 22, uma concessionária de motos da Vila Brasil, em São José do Rio Pardo, foi invadida por bandidos. Eles estouraram o vidro do local e ainda furtaram sete capacetes. Segundo o boletim de ocorrência, a carenagem de uma moto também foi danificada. A Polícia Militar vai analisar imagens de câmeras de segurança da concessionária pra identificar os ladrões.

Motoqueiro bate e sai correndo do local

Uma colisão entre motocicleta CG 150 azul e um Uno verde aconteceu no bairro Carlos Cassucci no início da noite de 18 de fevereiro, lesionando as pessoas envolvidas. No carro estavam uma moradora de 46 anos, RCBS, que dirigia o veículo e mais JCS, de 50 anos; ambos ficaram com dores no corpo após a moto, que não parou no sinal de Pare e bateu no Uno. O motoqueiro, por sua vez, caiu e deve ter se machucado também, mas saiu correndo e deixou a moto no local do acidente.

Contrabando recorde de cigarros em São José

Um homem de 62 anos foi preso em flagrante por contrabando e descaminho na tarde de terça-feira, dia 20, em São José do Rio Pardo, durante uma operação da Delegacia de Investigações Gerais de Casa Branca. Através de uma denúncia, o homem foi surpreendido por Policiais Civis em uma casa no bairro Dionísio Guedes Barreto enquanto era monitorado.

Foram apreendidos um total de 196 mil cigarros contrabandeados do Paraguai e mais de R$ 4.400 em dinheiro. Parte da carga apreendida estava em dois veículos e o restante dentro da casa. Anotações da contabilidade sobre a movimentação da venda ilegal dos produtos contrabandeados também foram apreendidas.

Nestes pacotes apreendidos foram contados 196 mil cigarros contrabandeados

Moça rio-pardense se mata em São João

Uma jovem rio-pardense de 28 anos, MFPB, se enforcou em São João da Boa Vista na manhã do dia 19 de fevereiro ou na noite anterior. O pai dela disse à polícia que sua esposa a deixou no imóvel (alugado) em São João no sábado, dia 17 de fevereiro, às 15h30, e voltou para São José do Rio Pardo.

Ainda segundo o relato do pai dela à polícia, a jovem não entrou mais em contato com a família, o que os preocupou. Ele voltou para São João no dia 18 para tentar vê-la, mas a casa estava trancada. No dia 19 a imobiliária responsável pelo imóvel foi contatada e disponibilizou uma chave reserva para o acesso. Ao entrarem na casa os pais da jovem viram a filha no banheiro, com um cinto de lona envolto no pescoço e a outra extremidade amarrada no alto, no vitro.

O delegado Luciano Pires foi ao imóvel com uma viatura, assim como a polícia científica, para os levantamentos periciais. O corpo foi então liberado depois para os serviços funerários.

Jovem de 19 anos morre no rio Pardo

O corpo de Luiz Paulo da Silva Araújo, de 19 anos, foi encontrado às margens do rio Pardo pelo Corpo de Bombeiros, no domingo, dia 18. O jovem estava desaparecido desde sexta-feira, quando foi visto por moradores nadando no rio. O corpo foi identificado e levado ao Instituto Médico Legal para necrópsia. A causa da morte, registrada em B.O., é afogamento.

Palio x moto. E motociclista não se fere

Houve um acidente envolvendo um Palio cinza ano 2013 e uma moto CG 150cc cor preta ano 2015, entre as ruas Quintino Bocaiuva e Campos Salles, centro de São José do Rio Pardo. O motorista do Palio era uma mulher, MFPZ, de 61 anos, enquanto o piloto da moto era FAF, de 28 anos. Curiosamente, neste acidente quem saiu sentindo dores no corpo foi a motorista do carro e não o motociclista; com dores no pé direito e no braço, ela foi socorrida pelo Samu e levada ao Pronto Socorro. Não consta do B.O. que o motociclista tenha se ferido.

Van com pacientes de Guaxupé se acidenta

Ela bateu em caminhão em um trevo de Areado (MG), mas não houve vítima grave

Na manhã de quinta-feira, dia 22, um acidente envolvendo uma van e um caminhão deixou 21 pessoas feridas na BR-491, no trevo de Areado, Minas Gerais. A van, que era da Prefeitura de Guaxupé, estava levando pacientes pra tratamento em hospitais de Areado e Alfenas quando bateu na lateral traseira de um caminhão que seguia para Areado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista disse que não viu o trevo por causa da neblina, o que provocou a colisão. Em nota, a Prefeitura de Guaxupé informou que os passageiros tiveram apenas ferimentos leves. Dez pessoas foram levadas ao Hospital de Areado e as outras 10, além do motorista, foram encaminhadas ao Hospital Alzira Velano, em Alfenas.

Caminhão capota entre Vargem e Itobi

Um caminhão carregado de tijolos e produtos cerâmicos capotou pouco antes das 6h de sábado, dia 20, na estrada que liga Vargem Grande do Sul a Itobi. O motorista ficou preso às ferragens, mas foi resgatado e levado ao Hospital de Caridade de Vargem. Ele estava consciente e aparentava ferimentos leves. O motorista perdeu o controle do veículo, que saiu para o acostamento e veio a capotar.

A Guarda Civil Municipal de Vargem foi acionada e teve apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e ambulâncias de Itobi. O motorista recebeu os primeiros socorros pela GCM e foi retirado das ferragens pelos bombeiros, que precisaram utilizar equipamentos hidráulicos para poder liberar o motorista.

As equipes ainda acionaram o apoio de um guincho da Abengoa para içar o caminhão e liberar um pouco o espaço onde estava o motorista.

Fonte: Gazeta de Vargem Grande

Fazia tráfico com 151 pedras de crack

Um homem de 27 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar por tráfico de drogas no bairro Vila Santa Rosa, em Mococa, na noite de sábado. Os policiais foram até o local depois de uma denúncia anônima, onde apreenderam 151 pedras de crack e R$ 309 em dinheiro. Quando a polícia chegou, o homem e um usuário que estava com ele se assustaram.

O suspeito jogou algo em um terreno e tentou fugir, mas não conseguiu e dispensou seis pedras de crack e o dinheiro. Já o usuário engoliu uma pedra de crack que estava na mão dele. Os policiais chamaram reforço e depois de uma vistoria no terreno, uma sacola plástica foi encontrada com 145 pedras de crack. O homem foi levado pra delegacia, onde ficou detido e à disposição da justiça.

Duas mulheres batem os seus automóveis

Duas mulheres ficaram feridas em um acidente de carro em Poços de Caldas na noite de sexta-feira, dia 16. Segundo a Polícia Militar, uma das motoristas avançou o sinal vermelho e bateu em um carro que entrava na avenida João Pinheiro e este só foi parar quando bateu em um poste. A mulher que avançou no sinal se negou a fazer o teste do bafômetro e foi registrada infração de trânsito. Já o resultado do bafômetro da motorista que teve o carro atingido deu negativo. As duas motoristas tiveram ferimentos leves e foram levadas paro o hospital. Os dois carros foram liberados a parentes delas e uma equipe do departamento de eletricidade fez a troca do poste atingido.

Mulher traficante é presa em São João

A traficante MFS, de 46 anos, residente no Jardim Azaleia, em São João da Boa Vista, foi presa no último final de semana naquela cidade. Assim que ela recebeu a “mercadoria”, testemunhas ligaram para a polícia, que foi à casa dela. MFS dispensou uma porção de cocaína quando viu os PMs entrando e tentou engolir outra porção, mas não conseguiu. Na casa foram achadas mais 12 porções da droga. A mulher foi levada à delegacia e teve a prisão confirmada.

Roubo de R$ 10 mil em casa lotérica

Uma casa lotérica de Mococa foi arrombada na madrugada do dia 18 de fevereiro, domingo, e os ladrões levaram entre R$ 8 mil a R$ 10 mil das gavetas de um dos três cofres. As gavetas estavam no chão e os demais caixas tinham as gavetas abertas. Os ladrões devem ter usado uma lanchonete para entrar no local, já que a parede que divide os dois estabelecimentos é única; a porta da lotérica estava aberta e a parede divisória arrombada. A polícia civil investiga o caso.

R$ 6,5 mil furtados de casa em Itobi

Em Itobi, no dia 16, houve um furto de valor considerável em uma casa situada na região central da cidade. A dona da casa dormia com a filha na sala e, quando acordou e tentou ir para o quarto, a porta estava trancada. Ela então entrou pela janela, que já estava aberta, e percebeu que fora roubada: R$ 6 mil haviam sumido de um baú, cuja chave também estava no quarto, escondida em um guarda-roupa. Outros R$ 560 que estavam em uma carteira sobre uma cômoda também sumiram. Não havia sinais de arrombamento, danos ou algum equipamento usado para invasão. Só restou à vítima lamentar e fazer B.O.

Capturava canários e foi flagrado

Policiais foram no domingo, 18, a uma casa no distrito de Lagoa Branca (Casa Branca) e flagraram o morador fazendo captura de aves silvestres e uma gaiola com quatro canários da terra aprisionados. No quintal da residência foi achada outra gaiola com mais um pássaro, com um alçapão acoplado à gaiola para captura de outra ave. Policiais ambientais foram chamados e levaram o autor à delegacia, onde ele precisou pagar R$ 2,5 mil de fiança para não ser preso. Os pássaros foram postos em liberdade.

Autor de roubo escapa da polícia

Também no domingo, 18, e também em Lagoa Branca, policiais militares foram avisados de que em Vargem Grande do Sul houvera o roubo de um Chevrolet Vectra GT por dois indivíduos em um Gol branco, armados e encapuzados. Os PMs viram um carro com as características do Gol e ao tentarem abordá-lo, o motorista deu partida e fugiu. Houve perseguição através da viatura pela SP 340, sentido Aguaí, mas o carro foi em direção a Venda Branca, entrou depois em uma estrada rural e alguns metros adiante o sujeito que o guiava abandonou o Gol, fugindo a pé pela mata. Houve busca mas o homem não foi encontrado. No carro havia capuz, capacete preto, “enforca gato”, meia de touca, um termo de comparecimento judicial. O Gol foi guinchado.

Polícia Federal e Deic investigam o assalto

Eles se unem aos 15 policiais civis chefiados por Benedito Noronha nas investigações

A Polícia Federal, o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e 15 policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais (Seccional de Casa Branca), chefiados pelo delegado Benedito Antônio Noronha Júnior, estão investigando o assalto contra agências bancárias de Caconde, ocorrido na madrugada de 21 de fevereiro. Eles buscam pistas dos possíveis autores, que provavelmente sejam paulistas, e as investigações tendem a avançar. O montante levado pelos bandidos não foi divulgado ainda, mas só dois dos quatro bancos atacados tiveram dinheiro dos caixas eletrônicos roubados: Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O Bradesco e a Sicoob tiveram prejuízos materiais, mas não financeiros. As informações são do delegado seccional Carlos Alberto de Braga Fiuza, de Casa Branca.

Falando por telefone à Gazeta do Rio Pardo, Fiuza explicou que, por ser uma quadrilha especializada em assaltos desse tipo, o Deic de Campinas se uniu aos investigadores comandados pelo delegado Benedito Noronha. Disse também que a ação criminosa, por ter envolvido a Caixa Econômica Federal, passou a contar agora com agentes da Polícia Federal.

Indagado se as filmagens captadas por câmeras de segurança estão ajudando nas investigações, Fiuza respondeu afirmativamente: “Elas ajudam sim, mas não na identificação dos rostos, porque eles estavam encapuzados. Mas elas ajudam a desvendar o modus operandi dos bandidos, dando-nos um horizonte de investigação que, para a polícia, também é muito importante”.

Ainda segundo o delegado seccional, essa quadrilha já havia agido nesta região do estado e as imagens revelando como procederam em Caconde confirmam isso. Ele reiterou, por fim, que os dois bancos que tiveram dinheiro levado dos caixas eletrônicos estourados não haviam informado, até quinta-feira, 22, os respectivos valores, por questões de normas internas.

Como foi

Ao menos 30 assaltantes devem ter participado do assalto às quatro agências de Caconde na madrugada de quarta-feira, 21, divididos em alguns grupos. Armados com fuzis, eles invadiram as agências, explodiram as máquinas que guardavam dinheiro, pegaram o que puderam e saíram rapidamente nos carros estacionados nas proximidades. Foram então em direção à vicinal para Muzambinho, onde outra parte do bando possivelmente os aguardava em outros veículos, e desapareceram.

Durante a ação no centro de Caconde, foram feitas pelo menos quatro explosões e desferidos vários tiros quando a polícia militar de lá, avisada por moradores, se aproximou. Ninguém, porém, se feriu. A ação dos assaltantes foi bastante coordenada e rápida. Eles chegaram à cidade por volta das 2 horas da manhã, isolaram a rua na qual estão as agências bancárias, dividiram os homens em grupos de ataque e fizeram a ação criminosa em pouco tempo.

Segundo informações, a cidade tem apenas uma viatura da PM, que estava em patrulhamento no momento da ação. Os policiais solicitaram apoio de cidades vizinhas, como Casa Branca, Mococa e Tapiratiba, mas já era tarde e os bandidos já haviam desaparecido. “A gente conseguiu efetuar um cerco nas saídas da cidade, mas a quadrilha agiu muito rápido e, por enquanto, estamos em diligência para tentar localizar o grupo. Acreditamos que os assaltantes ainda estejam na área rural”, chegou a dizer o tenente da PM, Wellington Funk, falando à EPTV horas depois do assalto.

Bomba

Na tarde de quarta-feira, dia 21, integrantes do Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Civil de São Paulo estiveram na agência do Bradesco em Caconde para retirar uma bomba deixada pelos bandidos. O artefato não detonou durante o assalto, foi removido do interior da agência e depois detonado em uma área onde há um campo de futebol, longe das pessoas, no bairro Santa Cruz.

Oito suspeitos presos após a explosão de banco em Cajuru

Oito pessoas de uma quadrilha foram presas na manhã de terça-feira em Ribeirão Preto, suspeita de explodir caixas eletrônicos de um banco em Cajuru, está sendo investigada pelo mesmo crime em outras cidades da região. Eles também furtaram 30 mil reais do local, mas parte do dinheiro já foi recuperada. Desde janeiro sete agências bancárias foram furtadas. Com as oito pessoas presas, sendo seis homens e duas mulheres, foram encontrados coletes à prova de bala, munição, armamento, explosivos e sacos com dinheiros ‘manchados’, na casa usada por eles no Jardim Zara, em Ribeirão.

Segundo o major da Polícia Militar, Marco Aurélio Griti, o envolvimento dos suspeitos no furto pode ser apontado pelas manchas que eles têm nas mãos. Perto da casa onde a quadrilha estava também foram encontradas 22 dinamites e porções de drogas por um cão farejador da PM, o que supostamente podem pertencer aos suspeitos.

O major Griti contou ao G1 que os policiais realizaram cercos nas entradas de Cajuru quando receberam a informação de que o grupo tinha fugido pra Ribeirão. Eles conseguiram abordar a caminhonete e o carro da quadrilha. Os suspeitos têm antecedentes criminais e foram apresentados na Delegacia de Investigações Gerais, que vai assumir o caso.

Van com pacientes de Guaxupé se acidenta

Ela bateu em caminhão em um trevo de Areado (MG), mas não houve vítima grave

Na manhã de quinta-feira, dia 22, um acidente envolvendo uma van e um caminhão deixou 21 pessoas feridas na BR-491, no trevo de Areado, Minas Gerais. A van, que era da Prefeitura de Guaxupé, estava levando pacientes pra tratamento em hospitais de Areado e Alfenas quando bateu na lateral traseira de um caminhão que seguia para Areado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista disse que não viu o trevo por causa da neblina, o que provocou a colisão. Em nota, a Prefeitura de Guaxupé informou que os passageiros tiveram apenas ferimentos leves. Dez pessoas foram levadas ao Hospital de Areado e as outras 10, além do motorista, foram encaminhadas ao Hospital Alzira Velano, em Alfenas.

Caminhão capota entre Vargem e Itobi

Um caminhão carregado de tijolos e produtos cerâmicos capotou pouco antes das 6h de sábado, dia 20, na estrada que liga Vargem Grande do Sul a Itobi. O motorista ficou preso às ferragens, mas foi resgatado e levado ao Hospital de Caridade de Vargem. Ele estava consciente e aparentava ferimentos leves. O motorista perdeu o controle do veículo, que saiu para o acostamento e veio a capotar.

A Guarda Civil Municipal de Vargem foi acionada e teve apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e ambulâncias de Itobi. O motorista recebeu os primeiros socorros pela GCM e foi retirado das ferragens pelos bombeiros, que precisaram utilizar equipamentos hidráulicos para poder liberar o motorista.

As equipes ainda acionaram o apoio de um guincho da Abengoa para içar o caminhão e liberar um pouco o espaço onde estava o motorista.

Confira também

semifinais da liga riopardense-AAR vai à final também na sub 12

Djalma Fernando  Escolinha de futebol da AAR “Neste sábado, dia 18-8-2018,  jogando pelas semifinais da …